28 de Julho de 2010

Meninas bonitas com armas, contra dragões, samurais e outros derivados… Vejam o trailer de ‘Sucker Punch’.

sucker Punch trailer

Zack Snyder é um dos realizadores actuais com uma das assinatura de autor mais distintas. O visual noir, o slow-motion e a extrema violência, fazem dos seus filmes autênticas experiências sensoriais – i.e. ‘300’ e ‘Watchmen’.

Depois dessas duas adaptações, Zack Snyder teve uma ideia original: E que tal juntar um grupo de mulheres bonitas, dar-lhes poder de fogo, fatos de cabedal e colocá-las frente-a-frente com samurais, monstros e até dragões? Imaginem os ‘The Expendables’, mas muito, muito, muito mais interessante.

Sejam bem-vindos ao imaginário de Zack Snyder:

1 Actor, 3 Filmes (XI)

À 11ª edição desta rubrica surge o primeiro actor português escolhido por um dos nossos convidados. Luís Alves do Grandes Planos escolheu o muito talentoso Ivo Canelas e as suas interpretações mais marcantes. Muito Obrigado Luís por teres aceite o convite.

Luis AlvesA razão que me levou a escolher um actor nacional, é porque acredito que o que é nacional (às vezes) é bom! E esse é o caso de Ivo Canelas. Começou na televisão ao lado de MIguel Miguerme na sitcom de culto o Fura-Vidas. Logo aí se destacou e criou um Joca memorável. Depois mudou-se para os Estados Unidos onde estudou representação no incontornável Actors Studio. De regresso a Portugal, Ivo Canelas dedicou-se quase exclusivamente ao trabalho em cinema. Lenta mas firmemente, tem vindo a revelar-se um dos actores mais talentosos e consistentes da produção nacional. E o mais impressionante é que trata-se de um actor igualmente eficaz, quer na comédia mais alucinada (‘Arte de Roubar’) quer em composições de intensa carga dramática (‘Tiro No Escuro’ ou ‘20,13 – Purgatório’). O seu talento e carisma natural, tornam-no no actor de referencia da sua geração. Assim continue e poderá aspirar a voos ainda mais altos.

Um tiro no escuro (2005)

Num elenco de vários nomes de prestígio como Joaquim D’Almeida, Filipe Duarte ou João Lagarto, é ele que se destaca e acaba por roubar todas as cenas em que entra. O seu Brocas pode não ser o mais inteligente dos personagens, mas é o mais magnético e no final o mais trágico. E na sua última cena lá para o final do filme, Ivo Canelas, tem um momento bombástico e com uma intensidade como raramente se viu no cinema nacional.

 

O mistério da Estrada de Sintra (2007)

Pôr-se na pele de um ícone literário como Eça de Queirós é uma tarefa que pode ser assustadora e trazer resultados desastrosos para um actor que não esteja à altura. No seu primeiro papel como protagonista, Ivo Canelas passa com distinção e nota artística (como diria o Jorge Jesus). O seu Eça tem as doses certas de arrogância, vaidade e sarcasmo. E fisicamente as semelhanças entre o actor e o escritor são impressionantes. Mais uma vez o ponto mais forte de um filme que se vê bem.

 

A Arte de Roubar (2008)

Apesar de ser um pastiche de Tarantino, este óvni de 2008 foi a confirmação (como se tal fosse necessário) do enorme alcance interpretativo deste grande actor. Num regresso à comédia a relembrar os seus tempos na série o Fura-Vidas, Ivo Canelas dá um show de naturalismo, espontaneidade e talento cómico. E ainda para mais num papel que facilmente poderia tender para o overacting, Canelas mostra porque é o melhor e mais completo actor da sua geração.

Luis Alves

25 de Julho de 2010

Avengers Assemble!!

Da esquerda para a direita:

Robert Downey Jr.(Tony Stark/Iron Man), Clark Gregg (Agente SHIELD), Scarlett Johansson (Black Widow), Chris Hemsworth (Thor), Chris Evans (Captain America), Samuel L. Jackson (Nick Fury), Jeremy Renner (Hawkeye), Mark Ruffalo (HULK), Realizador Joss Whedon, Produtor e Presidente dos Estúdios MARVEL Kevin Feige.

avengers-cast-photo Uma família grande e feliz é o que se espera

Mark Rufallo é o terceiro actor a assumir o papel de Bruce Banner/Hulk e sim o filme Iron Man 2 esteve bastante abaixo das expectativas…

… Mas, assim de repente, as expectativas sobem de novo em flecha.

24 de Julho de 2010

Inception e os sonhos dentro de sonhos, o limbo, o “empurrão” e muito mais…

Sim já vi ‘Inception’ e o gráfico que se segue, interessa apenas a quem já viu o filme.

Por isso, não se aventurem, para não arruinarem a experiência e correrem o risco de ficarem presos no limbo e com o cérebro em papa (quem já viu, percebe a pobre piada).

E podem crer, o filme é tão grandioso e original, que nem conseguem imaginar.

Inception

(Fonte: Cinema Blend)

22 de Julho de 2010

Christopher Nolan: O realizador do momento.

Christopher Nolan

Ainda com uma filmografia, relativamente, pouco extensa, Christopher Nolan pode-se orgulhar de ser um daqueles realizadores capaz de, filme após filme, surpreender e ludibriar o espectador, como poucos ou nenhuns conseguem.

Seja graças à sua capacidade peculiar de jogar com a mente do espectador, tornando cada uma das suas obras – excluindo deste lote, talvez, os filmes Batman - um desafio de atenção e um jogo de aparências. Um puzzle estimulante e original. E o mais extraordinário, é que aliado aos seus argumentos inteligentes, Nolan consegue sempre dotá-los de uma capacidade tremenda de entreter o espectador mais comum. Sinceramente, pagaria para saber o que Hitchcock diria sobre as obras que Nolan, por vezes escreve, e realiza.

Ora, dado que estreia hoje, o que muitos já chamam de filme do ano, e uma vez que conheço toda a obra de Nolan (excepção para ‘Following’, seu primeiro filme, e como tal não entrará no top) decidi partilhar o meu TOP Nolan, que podem ver já de seguida. Sintam-se à vontade para partilhar o vosso.

1. Memento;

2. The Prestige;

3. The Dark Knight;

4. Insomnia;

5. Batman Begins

16 de Julho de 2010

Depois de ‘Gone Baby Gone’, Ben Affleck traz-nos ‘The Town’. Vejam o trailer.

The Town

‘Gone Baby Gone’ foi uma das maiores surpresas no ano em que estreou. Esse projecto foi também a primeira incursão do (pouco talentoso) actor Ben Affleck como realizador. Ora, se gostaram tanto do ‘Gone Baby Gone’ como eu gostei, com certeza que estão curiosos para saber e ver qual o novo projecto de Affleck. Bem, a espera terminou, agora que saiu o trailer de ‘The Town’ escrito e realizado por Affleck, baseado no romance de Chuck Hogan, Prince of Thieves.

E não é que até tem bom aspecto e um elenco do caraças? O filme conta com Ben Affleck (que entra também como actor), Jeremmy Renner, Jon Hamm, Rebecca Hall, entre outros. O único problema é que após ter visto o trailer, sinto que acabei de ver um resumo do filme… Por isso, vejam por vossa conta e risco.

15 de Julho de 2010

1 Actor, 3 Filmes (X).

Miguel Reis, ou Knoxville, autor do sobejamente conhecido Cinema Notebook, é, com imenso prazer, o décimo convidado desta iniciativa. A sua escolha recaiu na talentosa e bela Natalie Portman. Muito obrigado Miguel por teres aceite este convite. Quanto a todos os leitores, basta continuarem a ler para conhecerem quais as suas escolhas.

Miguel ReisNinguém sabe bem quando é que Natalie Portman passou de menina a mulher, se bem que muitos afirmem que esse mérito cabe a Mike Nichols. A verdade é que a israelita de feições tão simples quanto elegantes conquistou Hollywood e o mundo aos onze anos, com uma interpretação fabulosa ao lado de Jean Reno, no também ele fantástico ‘Léon’ de Luc Besson. Como se não bastasse, um ano depois fazia companhia a Al Pacino e De Niro em ‘Heat’, de Michael Mann. Aos dezanove, disse estar já cansada do "star system" e ponderou seguir uma nova carreira. Dedicou-se aos estudos universitários mas, graças a Deus - ou, mais provavelmente, graças a George Lucas - deu meia-volta e voltou dois anos depois aos estúdios para nos continuar a oferecer com algumas das mais estrondosas performances cinematográficas da última década, como foi o caso de ‘V for Vendetta’, ‘Closer’ ou ‘Garden State’. Agora resta esperar que as unhas aguentem até que Natalie chegue até nós enquanto ‘Cisne Negro’, na próxima fita do visionário Aronofsky, com estreia prevista para o final do ano.

Léon (1994)

Depois de ter sido descoberta numa pizzaria alguns meses antes por um “caçador de talentos” do mundo da moda, a pequena Natalie foi ao seu primeiro casting e Luc Besson... rejeitou-a, alegando que se tratava de uma criança muito nova. Rezam as crónicas que a israelita voltou lá nos dias seguintes, sem ninguém a ter convidado, e arrancou uma interpretação fantástica no casting que não deu alternativa a Luc Besson. No filme, enquanto Mathilda, criança orfã a viver com um inadaptado assassino a soldo, arrasou plateias. Era o início de uma carreira fascinante.

Closer (2004)

Natalie já tinha sido raínha na mais estrelar das constelações da história do cinema. Mas só quando Mike Nichols, em 2004, transformou a sua Alice numa stripper sedutora e libidinosa, em ‘Perto Demais’, uma poderosa obra sobre a complexidade das relações humanas, é que vimos uma faceta de Natalie que nunca imaginámos ser possível. Dona e senhora de uma sensualidade transbordante, a licenciada em Harvard mostrou que já não era mais uma promessa. Daí em diante, passou sim a ser uma certeza – e das mais bem pagas em Hollywood -, tanto para a crítica como para o público.

V for Vendetta (2005)

Em ‘V de Vingança’, do então estreante na realização James McTeigue, Natalie arranca uma interpretação assombrosa, espelho do espírito rebelde e revolucionário da obra. Com um look arriscado – mas que provou que até de cabelo rapado Portman é bela como poucas - a actriz vegetariana (tomem lá mais uma curiosidade) foi o eixo central de uma narrativa bombástica – literalmente. A verdade é que com Portman, é Natalie todos os dias e bastava o seu ar inocente para justificar qualquer acto de terrorismo ou convicção profunda.

 

Miguel Reis

Mark Ruffalo é o escolhido para o papel de Bruce Banner/Hulk no filme ‘Avengers’?

Mark RuffaloHouve uma altura em que a minha fé naquilo que a Marvel estava a fazer era inabalável. Só que depois saiu o ‘Iron Man 2’, bastante aquém das expectativas. E, como se não bastasse, Edward Norton levou um pontapé no rabo, levando consigo a tão essencial continuidade que um projecto desta envergadura necessita. Aquela sensação que tinha, de que todos os caminhos vão dar ao filme ‘Avengers’ parece ter-se tornado numa neblina de dúvidas. Só que agora, corre em fontes sérias que um dos mais subvalorizados actores da actualidade pode estar em negociações para tomar o lugar vazio de Norton.

Mark Ruffalo é um luxo de actor. Mas é daqueles que voa longe dos radares do público mais mainstream. Tanto é um secundário de peso - ‘Shutter Island’, ‘Eternal Sunshine of the Spotless Mind’ – como consegue agarrar com solidez um papel principal. Não acreditam? Vejam o ‘The Brothers Bloom’ (só para dar um exemplo) e venham falar comigo depois.

A pergunta que fica é: Será que queremos um actor deste calibre envolvido com a Marvel? Claramente, eles não jogam com o baralho todo, mas não nego que gostaria de ver Mark Ruffalo ao lado do restante elenco dos ‘Avengers’, de forma a que possamos ver este filme chegar a bom porto.

Fonte: THR

14 de Julho de 2010

Vejam o trailer de ‘Due Date’. O novo filme de Robert Downey Jr. e “aquele gajo d’ ‘A Ressaca’”.

Due Date

Vá lá, podem-me dizer a verdade. Muitos de vocês, identificam um actor por aquele/a personagem que lhe marcou a carreira. Zack Galifianakis, para além de ter um nome bastante complicado de escrever, teve o seu papel revelação na comédia de mega-sucesso do último ano, ‘A Ressaca’ e parece ter ficado “esteriotipado” da cabeça aos pés para o resto da sua vida. E a gente importa-se? Obviamente, que após ver este trailer, a resposta é não. Robert Downey Jr. e Zack Galifianakis estão hilariantes de princípio ao fim. E nós agradecemos.

Vejam o trailer gente simpática, ou não seja este o filme que Robert Downey Jr. considerou ser “o 2º melhor que já fez em toda a sua carreira”. Palavras dele, não minhas. A pergunta que fica é, qual o melhor que este já fez?

Anyway, acreditem que não há como evitar o riso:

‘Due Date’ ou ‘A Tempo e Horas’ (sim, esta é a tradução portuguesa) tem estreia para dia 2 de Dezembro em Portugal.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails